quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Bonecas sem Fronteiras espalhando afeto por aí


O movimento cresce...muitas pessoas aderindo e perguntando de que forma ajudar às crianças da comunidade de Pinheirinho, que estão vivendo um dos episódios mais sórdidos, violentos e desumanos da história recente do país. Juristas do Brasil inteiro, a ONU, jornalistas, professores e pessoas do bem em geral estão ainda indignados ante às ações do governo de São Paulo que passou o trator por cima da vida de 6 mil pessoas em favor de um especulador desonesto. Nossa parte estamos fazendo ao levar conforto na forma de bonecas de pano para algumas das crianças que agora se abrigam em ginásios imundos. E nosso grupo que começou com cinco pessoas agora tem, no facebook, 149 participantes, mais a ajuda de gente que não está no facebook mas nos contata por e-mail ou nos blogs das envolvidas!Na foto A contribuição linda da Ana Tuyama não me deixa mentir.
A ONG americana que nos inspirou, DOlly Donattions, está junto conosco agora, convocando a ajuda de crafters do mundo todo!Olha que lindo!
E hoje A Gazeta do Povo, um jornal aqui do Paraná divulgou o nosso trabalho nesta matéria!
Com isso esperamos receber mais gente disposta a se doar, fazendo a mão e com afeto uma boneca para uma criança que deve estar duvidando da bondade hoje. Vem!

4 comentários:

  1. Olá querido que noticia boa. Então o prazo esta estendido ?? Me avise por favor. Super bjs , Elo

    ResponderExcluir
  2. Linda postagem Dea, e o movimento só cresce, que bom!!!
    Grande beijo,
    jud-artes.

    ResponderExcluir
  3. Que lindo este post,mostra o quanto as crafters são unidas na solidariedade com episódios terríveis como este.Ainda bem que o prazo aumentou,assim vou poder fazer a minha parte,estava om muitas encomendas,corri e agora posso fazer minha contribuição com mais calma,uffa,rsrsrs.Bjs.
    Marly Salgado
    www.artsritinha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Andréa estou comovida com a situação que voc~es encontraram lá no abrigo e continuo indignada com toda essa prepotência do Estado!!!
    Mas estou tendo alta na próxima semana e recomeçarei os meus trabalhos para enviar e tomara que em abril sejam entregues. Um abraço.

    ResponderExcluir