segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Dicas para ter sucesso em uma Feira de Artesanato: Parte 1 - Conheça seu público


Ao me inscrever para participar de minha primeira feira de artesanato surgiram milhares de dúvidas sobre o que fazer para garantir que não fosse um fiasco: o que produzir? quanto de cada peça? como organizar o stand? de que maneira controlar as vendas? e por aí vai...
A tarefa ficou mais fácil graças à preciosa colaboração da querida Lili Ferret, que teve uma super boa vontade em responder meu e-mail angustiado e cheio de perguntas. Ela havia acabado de fazer parte de uma feira grande e eu lhe escrevi pedindo um post em seu blog com dicas. Muito modesta, ela preferiu responder por e-mail. As dicas da Lili sobre a pré-produção de uma feira foram essenciais e garantiram grande parte de minhas vendas! Quero dividir com vocês todas elas, mas farei isso em etapas, começando com a principal delas:
1 - Primeiro vc tem que saber qual é o público alvo, as concorrentes e quanto normalmente é gasto nessas feiras. Esta foi sem dúvida a dica mais importante: a feira era em uma escola, assim minhas assessoras em assuntos para a juventude - minhas duas filhas- me garantiram que acessórios fofos, com temas de cupcake, princesa, video game, venderiam bem desde que pudessem ser comprados com a graninha do lanche!

Dito e feito: levei chaveirinhos de cupcake e cookies e vendi tudo no primeiro dia. Virei a noite para garantir a satisfação de minhas mini clientes :)) e vendi tudo no dia seguinte: além disso vendi alguns marcadores de páginas, porta lenços e capas de caderno para as professoras e tiaras de coroa e do Pacman, além de bichos com tema Alice no país das maravilhas para os alunos do Ensino Médio.


Nada custava mais do que 30 reais e eu tinha peças por até 4 reais. As peças mais caras (bichos de pano) saíram mesmo no segundo dia, pois ao comprar um chaveirinho e conhecer a barraca os clientes voltavam no dia seguinte para buscar algo mais carinho, para sí ou para presentear.

Dispus as coisas na barraca seguindo as dicas do precioso post do blog Com capricho. Metade do sucesso é deixar a barraca bem convidativa, mas isso será o tema da próxima postagem. Aguardem!

domingo, 28 de novembro de 2010

Encomenda de além mar: desenhos de Ana Oliveira


Sempre gostei de ilustração e nas andanças pela internet conheci o blog da desenhista portuguesa Ana Oliveira e me apaixonei pelo estilo de seus desenhos e pelos temas que ela elegia (chapeuzinho/capuchinho vermelho, a princesa e a ervilha, pássaros ...). Encantei-me por um desenho chamado Pensar, no qual a menina tricotava compenetradamente com os fios que saiam de sua cabeça. Fiquei louca para usar o desenho em minhas coisas craft e escrevi para a Ana perguntando se me cederia ou venderia o desenho. Sei que ela esta longe a beça e que talvez nunca ficasse sabendo se eu usasse o desenho sem sua autorização, mas acho que ética em relação ao direito autoral é o mínimo para quem também cria. Pois bem, a Ana foi super sincera e disse que não gostaria que eu usasse o desenho, mas que poderia fazer um desenho para mim em troca de algo que eu fizesse. Na época eu nem blog tinha, mas assim que acumulei um certo número de posts voltei a fazer contato e negociamos a troca: dois desenhos em troca de um jogo da memória e uma bolsinha.
Recebi minha "encomenda" esta semana e amei tudo: ela me desenhou uma tricotadeira e uma menina cigarra que é um charme e logo estará estampando o layout deste blog. Além dos desenhos ganhei um monte de botons bacanas que a Ana produz com seus desenhos e uma carta simpaticíssima escrita com uma maravilhosa letra de desenhista.
Estou toda contente e espero que a ela curta o pacote que logo chegará a sua morada.
Ana, obrigada por tudo! Sucesso e sorte para você querida!

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Um dia de cada vez II: passamos!


Uma notícia rapidinha: sairam quase que simultaneamente o resultado da primeira fase do Vestibular da UFPR e da primeira fase da seleção para o doutorado também na Federal do Paraná, e tanto eu como minha filha Laura passamos!!
Estamos que é só sorriso, mas cientes de que há mais uma etapa pela frente! Mas como eu já havia dito: um dia de cada vez, e agora é dia de comemorar pois estou cada vez mais perto do doutoramento e ela do início de sua vida acadêmica! Felicidade:)))))
Agora vou voltar para a barraquinha da feira que estou fazendo e amanhã faço uma postagem para contar como foi esta aventura de levar as coisas da Casca da Cigarra para uma feira de artesanato!

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Aniversário da minha mãe! - Bolo de pano





Hoje é aniversário da minha mãe querida! Comemoramos com um lanche em família no domingo e eu fiquei encarregada de fazer o bolo. Como ando mega atarefada (estou revisando a dissertação de uma amiga e vou participar de uma feira de artesanato ao final do mês) decidi fazer algo rápido: bolo de coco gelado! Lembram disso? Na década de 80 era "super-in" nas festinhas de criança. Ressuscitei a receita através de uma amiga e decorei com tecidos e aviamentos duas caixas redondas para serem o "Bolo". Vi um bolo assim em uma revista Make, feito pela Lu Gastal, mas o dela era uma caixa-de costura. O meu veio recheado por pedaços de bolo gelado embrulhados no papel alumínio e depois - ideia do blog Rainhas do Lar - embrulhadinho no crepom e com um laço de fita.
Minha mãe ficou toda contente e os convidados lembraram com nostalgia as festinhas dos filhos com as caixas de bolo decoradas e a lambeção de papel alumínio que se seguia ao parabéns.

sábado, 6 de novembro de 2010

Teste sua sorte



Ultimamente estão surgindo muitas oportunidades para testarmos nossa sorte. Tentei ganhar os crochês do Faniquito e o livro do atelie basile mas não eram para mim. Como a esperança é a última que morre fico agora torcendo pelos brincos lindos do Windcastle e pelo kit la pomme+ caneca do Bananacraft. A sorte está lançada!

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Capas de tecido para caderno: se venderam!





Depois que postei a capa de caderno que fiz para mim recebi a encomenda de duas capas que serão dadas de presente. Uma delas deveria ser igual à minha e a outra era para eu fazer como quisesse, sabendo apenas que a presenteada é uma aquariana. Já que fazer igual não é comigo mudei um pouco os tecidos, escolhi uma cena de brincadeira de roda no lindo tecido das silhuetas de Robert Kaufman e bordei um trechinho da música Redescobrir, do Gonzaguinha. Para a garota aquariana pensei no musical Hair ( ♪♫ age of aquarioooooosss, aquaaaaaarios...♪♫ ) e escolhi tecidos femeninos e psicodélicos; acrescentei umas pedrinhas bordadas e um bolso para Pen-drive e caneta - aquarianos em geral gostam do místico mas do tecnológico também. Assim, estão a caminho as duas encomendas, que sejam felizes em seus novos lares!

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

A primeira palavra de Benjamin

Nem papai, nem mamãe...contrariando as expectativas, Benjamin, que há dias vinha olhando cuidadosamente para nossos lábios quando falávamos com ele, resolveu nos surpreender e fazer sua estréia no mundo dos falantes com a palavra - agora linda - POOH! E para que não ficasse nenhuma dúvida apontou com seu dedinho o boneco de borracha que estava em seu tapete de brincar. Isso mesmo, Pooh, o ursinho que era Puf na minha infância e que apesar de nossa cruzada contra os produtos licenciados apareceu aqui em casa em vários itens que o Benji ganhou. E sabe que agora este personagem gorducho com sua camiseta baby look herdada de algum defunto bem menor passou a me parecer uma criatura adorável? Nada como os bebês em sua falta de preconceitos para nos suavizarem as opiniões.